• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Sessão de Encontro com Autor

Código: P 001
Apresentação: Pôster
Área Técnica: Administração
Categoria / Classificação: Educação em Saúde Ocular
Região onde foi realizada a pesquisa: Sudeste

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

CONEP:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO MÓVEIS NA OFTALMOLOGIA: PERFIL DO USUÁRIO E ANÁLISE DA ADOÇÃO

OBJETIVO:
Analisar a adoção de Tecnologias de Informação Móveis e Sem fio (TIMS) na Oftalmologia brasileira pelo usuário médico.

MÉTODO:
Realizou-se um Survey com 201 médicos durante o Congresso Brasileiro de Oftalmologia, em 2013. Os participantes avaliaram 14 afirmações sobre a adoção de TIMS segundo a escala Likert, variando entre (1) nunca e (5) sempre. O software Sphinx foi usado para tabulação e apresentação dos dados.

RESULTADOS:
Participaram 102 mulheres e 99 homens com maior concentração entre 27 e 35 anos (76). Na categoria, 108 têm título de especialista, 63 estudantes da especialidade e 30 sem título na área. Das 421 manifestações de uso de dispositivos, destaca-se o smartphone (41,1%). A adoção de TIMS tem sempre contribuído para melhorar a comunicação (47,3%) e organizar o tempo (35,3%); tem frequentemente (35,3%) contribuído para o conhecimento do mercado de trabalho e às vezes (31,3%) a relação médico paciente é melhorada com o uso de TIMS. Na qualidade do atendimento ao paciente, as TIMS têm contribuído igualmente com 29,9% em sempre e às vezes. O acesso aos dispositivos móveis fora do horário de trabalho ocorre sempre, e apenas 3,5% nunca utilizam as TIMS nas atividades de formação médica e 4% nunca para a educação médica continuada. Cerca de 33% sempre utilizam aplicativos para leitura científica; 30,8% frequentemente para aplicativos de m-learning; 27,9% sempre acessam programas de entidades médicas e 24,9% de escolas médicas.

CONCLUSÕES:
A adoção de TIMS tem contribuído de modo positivo na comunicação, organização do tempo e conhecimento do mercado de trabalho dos profissionais médicos. Com certo equilíbrio identificado entre a adoção dos dispositivos para acessar aplicativos de estudo e programas educacionais, é possível afirmar que as TIMS são ferramentas úteis na formação e educação médica continuada em Oftalmologia.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web