• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Sessão de Encontro com Autor

Código: P 037
Apresentação: Pôster
Área Técnica: Epidemiologia
Categoria / Classificação: Pesquisa Básica
Região onde foi realizada a pesquisa: Centro-Oeste

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

CONEP:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
TEMPO DE ESPERA PARA CIRURGIA DE CATARATA PELO SUS EM HOSPITAL OFTALMOLÓGICO DE GOIÂNIA-GO

OBJETIVO:
A catarata é responsável por 50% dos casos de incapacidade visual sendo a principal causa mundial de cegueira.
O tempo de espera da cirurgia de catarata no Brasil era de mais de sete anos antes do advento dos programas federais de incentivo aos mutirões de catarata e da facilidade de acesso à cirurgia nos principais centros universitários do país.
O objetivo do trabalho é quantificar o tempo de espera dos pacientes submetidos à cirurgia de catarata pelo SUS entre os meses de outubro a dezembro de 2013 em uma instituição privada que presta serviços SUS em Goiânia-GO.

MÉTODO:
O estudo é transversal. Foram selecionados aleatoriamente vinte e quatro prontuários dos pacientes operados de catarata pelo método da facoemulsificação no período de outubro a dezembro de 2013.
A data do diagnóstico da catarata, o dia da cirurgia, a cidade de origem dos pacientes e o dia da autorização do procedimento cirúrgico pelo SUS foram os itens analisados.

RESULTADOS:
O tempo de espera entre o diagnóstico da catarata e a cirurgia foi em média de 10 meses e 21 dias, sendo que dos pacientes residentes em Goiânia, a média foi de 8 meses e 9 dias e dos residentes em outras cidades do estado foi de 12 meses e 12 dias.
O tempo médio entre a autorização da cirurgia e a data da cirurgia foi de 5 meses e 25 dias, sendo que dos pacientes residentes em Goiânia foi de 4 meses e 21 dias e dos residentes das outras cidades foi de 8 meses

CONCLUSÕES:
Os fatores principais que influenciaram o tempo delongado entre o diagnóstico e cirurgia foram a fila de espera para marcação das cirurgias, a realização dos exames pré-operatórios e autorização dos procedimentos pelo SUS.
Os valores encontrados são semelhantes aos encontrados na literatura para os pacientes residentes em Goiânia e maiores para aqueles residentes em Goiânia e maiores para aqueles residentes nas cidades do interior do estado.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web