• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Sessão de Encontro com Autor

Código: P 049
Apresentação: Pôster
Área Técnica: Glaucoma
Categoria / Classificação: Oftalmologia Cirúrgica
Região onde foi realizada a pesquisa: Centro-Oeste

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

CONEP:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
ALTERAÇÕES MORFOMÉTRICAS DO SEGMENTO ANTERIOR E DA PIO APÓS FACOEMULSIFICAÇÃO ENTRE OLHOS COM E SEM GLAUCOMA

OBJETIVO:
Comparar as alterações morfométricas do segmento anterior do olho e da PIO após a realização de facoemulsificação sem intercorrências em olhos com e sem glaucoma.

MÉTODO:
Estudo prospectivo no qual 147 olhos de 87 pacientes, 40 com glaucoma e 107 sem glaucoma, foram submetidos à cirurgia de facoemulsificação. A análise do segmento anterior do olho foi realizado por Pentacam e da PIO por tonômetro de Goldman. Os parâmetros da câmara anterior foram: profundidade (ACD), ângulo (ACA), volume (ACV). Os dados pré-operatórios foram coletados de 1 a 2 semanas antes da cirurgia e os pós operatórios 6 a 8 semanas para análise comparativa (teste t-student pareado). Olhos com história de trauma ocular ou cirurgias prévias foram excluídos.

RESULTADOS:
De forma geral, houve aumento do ACA, ACV e AVD em ambos os grupos, assim como diminuição da PIO. A diferença entre o pré e o pós-cirúrgico em relação ao ACA, AVC e ACD em olhos sem glaucoma foi de 12,82±0,56°, 108,63±3,94mm3 e 1,76±0,04mm respectivamente. Em olhos com glaucoma a diferença foi de 12,85±0,98°, 93,85±4,97mm³ e 1,79±0,06mm, respectivamente. A redução da PIO foi de 2,28±0,27mmHg em olhos não glaucomatosos e de 1,70±0,43 em olhos glaucomatosos. Não houve diferença entre olhos com e sem glaucoma, em relação à diferença no ACA (p=0,979), ACD (p=0,715) e PIO (p=0,254). A diferença no ACV foi significativamente maior nos olhos sem glaucoma (p=0,040). Em relação ao percentual, não houve diferença entre olhos glaucomatosos ou não no aumento do ACA, ACD, e na redução da PIO. O aumento percentual do ACV foi significativamente maior nos pacientes com glaucoma (p=0,010).

CONCLUSÕES:
A cirurgia de facoemulsificação influenciou no aumento do ACA, ACV e ACD e na redução da PIO em olhos com e sem glaucoma. Porém a diferença comparativa nos dois dois grupos foi estatisticamente significativa apenas no aumento do ACV.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web