• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Sessão de Encontro com Autor

Código: P 060
Apresentação: Pôster
Área Técnica: Glaucoma
Categoria / Classificação: Oftalmologia Cirúrgica
Região onde foi realizada a pesquisa: Centro-Oeste

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

CONEP:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
RELAÇÃO ENTRE O COMPRIMENTO AXIAL DO GLOBO OCULAR E ALTERAÇÕES MORFOMÉTRICAS E TENSIONAIS APÓS FACOEMULSIFICAÇÃO

OBJETIVO:
Avaliar as alterações morfométricas do segmento anterior e PIO após a realização de facoemulsificação e sua relação com o diâmetro axial do globo ocular.

MÉTODO:
Foram estudados prospectivamente 147 olhos de 87 pacientes, 106 olhos com diâmetro axial ≤ 23mm (pequenos) e 41 > 23mm (grandes), submetidos a cirurgia de facoemulsificação sem intercorrências. Os dados pré-operatórios foram coletados de 1 a 2 semanas antes da cirurgia e os pós operatórios de 6 a 8 semanas para análise comparativa (teste t-student pareado). A medida do diâmetro axial foi realizada por meio de interferometria óptica (IOL Master), tonometria por tonômetro de Goldmann, análise do segmento anterior por Pentacam. Os parâmetros da câmara anterior foram: profundidade (ACD), ângulo (ACA) e volume (ACV).

RESULTADOS:
Nos olhos pequenos houve aumento absoluto do ACA (13,81º), ACV (92,75mm³) e ACD (1,80mm), e aumento percentual do ACA (47,24), ACV (57,29) e ACD (79,51). Nos olhos grandes, aumento absoluto do ACA (10,30°), ACV (135,26mm³) e ACD (1,69mm), e aumento percentual do ACA (31,19), ACV (36,90) e ACD (62,88). A redução absoluta da PIO nos olhos pequenos foi de 2,36 mmHg e 1,51 mmHg nos grandes. A diferença absoluta do ACA foi significativamente maior em olhos pequenos (teste t-student, p=0,001) e do ACV foi maior em olhos grandes (p<0,001). Não houve diferença em relação à diferença na ACD (p=0,126) e PIO (p=0,093). O aumento percentual do ACA, ACV e ACD nos olhos pequenos foi significativamente maior (teste t-student, ACA: p=0,001; ACV: p<0,001; ACD: p<0,001).

CONCLUSÕES:
A cirurgia de facoemulsificação levou ao aumento absoluto de todos os parâmetros da CA estudados em ambos os grupos e teve maior impacto no aumento percentual em olhos pequenos que em olhos grandes. . Não houve diferença em relação à redução da pressão intraocular em valores absolutos e percentuais.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web