• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 079
Área Técnica: Neuroftalmologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
DISPLASIA FIBROMUSCULAR DA ARTÉRIA CARÓTIDA: RELATO DE UM CASO ATÍPICO

OBJETIVO:
Relatar um caso atípico de displasia fibromuscular da artéria carótida, detectada por acometimento oftalmológico. A particularidade se deve ao leito vascular acometido (em geral artéria renal) e por ser unilateral.

RELADO DE CASO:
D.A.A., feminino, 41 anos, branca, gerente bancária, natural e procedente de São Paulo, foi encaminhada para o serviço de Oftalmologia do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo para avaliação neuroftalmológica referindo ‘’mancha preta” à direita do campo visual de ambos os olhos e “dificuldade para seguir a leitura rapidamente’’ após episódio de AVC isquêmico ocorrido há aproximadamente um ano. Ao exame oftalmológico apresentou acuidade visual (com correção) de 20/20. Os reflexos pupilares, a motilidade extrínseca ocular, a biomicroscopia do segmento anterior e o exame fundoscópico apresentaram-se sem alterações. A pressão intra-ocular foi de 14 mmHg (10:15) em ambos os olhos. O exame de campo visual evidenciou aumento da mancha cega de ambos os olhos. Teste de cores dentro da normalidade. O exame de angiotomografia arterial cervical e intracraniana evidenciou áreas de irregularidade parietal no segmento cervical médio e superior da artéria carótida interna esquerda, configurando “colar de contas”, sugestivo de displasia fibromuscular. A Ressonância Magnética do Encéfalo detectou achados compatíveis com acidente vascular encefálico isquêmico no território superficial da artéria cerebral posterior esquerda (artérias parieto-occipital e calcarina esquerdas). Paciente foi orientada quanto ao quadro oftalmológico, sendo adotadas medidas para auxiliar na leitura.

CONCLUSÕES:
Enfatizar a importância de considerar esta doença no diagnóstico diferencial de pacientes jovens com acidente vascular cerebral.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web