• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 099
Área Técnica: Oftalmopediatria

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
CARACTERIZAÇÃO CLÍNICA E DIAGNÓSTICA NA MICROFTALMIA POSTERIOR : RELATO DE CASO

OBJETIVO:
O objetivo deste estudo é descrever um raro caso de microftalmia posterior com suas manifestações características.

RELADO DE CASO:
Um menino de 4 anos com alta hipermetropia apresentou-se com queixa de baixa de acuidade visual há 3 semanas, e história de febre e diarreia há 2 semanas. Sem antecedentes oftalmológicos. Sua melhor acuidade visual corrigida estava diminuída e apresentava alta hipermetropia, sem alterações no segmento anterior. `A fundoscopia apresentava borramento de papila, com contornos indefinidos, veias engurgitadas e não tortuosas, redundância retiniana no feixe papilomacular. A USG ocular revelou tamanho axial diminuído em ambos os olhos, o exame de tomografia de coerência óptica (OCT) salientou a dobra retiniana no feixe papilomacular, entretanto não havia envolvimento do complexo epitélio pigmentado retiniano (EPR).

CONCLUSÕES:
Pôde-se concluir que o paciente possui microftalmia posterior devido ao comprimento axial e as alterações no segmento posterior sem envolvimento do segmento anterior. Alta hipermetropia e efusão uveal, causada provavelmente por distúrbio hidroeletrolítico, são a principal causa de baixa na acuidade visual.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web