• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 132
Área Técnica: Plástica Ocular

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
OBSTRUÇÃO CANALICULAR SECUNDÁRIA AO USO DE COLÍRIO DE MITOMICINA C

OBJETIVO:
Descrever a obstrução alta das vias lacrimais em pacientes que fizeram uso de colírio de Mitomicina C.

RELADO DE CASO:
Dois pacientes sem queixas de epífora fizeram uso de colírio de Mitomicina e evoluíram com obstrução canalicular. O primeiro caso descrito é de um paciente masculino de 19 anos que fez uso da medicação após cirurgia de pterígio. O segundo caso trata de uma mulher de 48 anos que fez uso do colírio para tratamento de Neoplasia intraepitelial conjuntival. Ambos fizeram uso da Mitomicina C na dose de 0,04%, quatro vezes por dia durante 15 dias, repetindo o ciclo após intervalo de 15 dias. Após aplicação tópica do fármaco, evoluiram com queixa de epífora, que foi investigada através da sondagem e irrigação das vias lacrimais. O primeiro paciente apresentou resistência à sondagem do canalículo inferior e do canalículo comum. Enquanto a segunda paciente apresentou obstrução dos canalículos superior e inferior. Nenhum deles referiu a passagem do líquido em orofaringe, no lado com queixa de epífora. Ambos os pacientes tinham as vias lacrimais contralaterais pérveas, comprovadas pela sua irrigação. O primeiro paciente ainda não realizou a desobstrução cirúrgica por motivos pessoais, mas a segunda paciente foi submetida a colocação do tubo de Lester Jones com resolução da epífora.

CONCLUSÕES:
A Mitomicina é um fármaco com múltiplas aplicações na oftalmologia. Usada de forma crescente, apresenta bons resultados na terapêutica de diferentes patologias e no seu auxílio cirúrgico. Apesar dos grandes benefícios, não é uma droga isenta de complicações. Uma complicação pouco frequente, porém de grande desconforto para o paciente, é a obstrução das vias lacrimais. Ela deve ser lembrada pelo médico a fim de tentar evitá-la com a proteção das vias lacrimais antes do uso da Mitomicina e de reconhecê-la diante das queixas após.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web