• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 160
Área Técnica: Retina

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
DISTROFIA COROIDEANA CENTRAL POLAR POSTERIOR: RELATO DE CASO

OBJETIVO:
RELATAR UM CASO DE DISTROFIA COROIDEANA EM UM PACIENTE ADULTO PREVIAMENTE HÍGIDO. TRATA-SE DE UMA DOENÇA GENÉTICA RARA QUE ACOMETE POLO POSTERIOR, GERALMENTE BILATERAL, COM PROGNÓSTICO VISUAL RESERVADO.

RELADO DE CASO:
HOMEM, 57 ANOS, PREVIAMENTE HÍGIDO, SEM ANTECEDENTES OFTALMOLÓGICOS EVOLUI COM BAIXA ACUIDADE VISUAL (BAV) RAPIDAMENTE PROGRESSIVA EM AMBOS OS OLHOS (A.O.), PIOR EM OLHO ESQUERDO (OE). COM PARECE À CONSULTA OFTALMOLÓGICA NO DIA 20/06/2013 E APRESENTA NO MOMENTO:
QUEIXA PRINCIPAL: BAV AO, PIOR OE DE INÍCIO HÁ UM ANO E MEIO.
HPP: HÍGIDO
HF: NEGA CEGUEIRA, GLAUCOMA OU QUAISQUER OUTRAS DOENÇAS GRAVES EM FAMILIARES
H.O.: NEGA TRAUMAS OCULARES, CIRURGIAS OFTALMOLÓGICAS E BAV SÚBITA.
ÚLTIMA REFRAÇÃO EM 2011
AO EXAME:
ACUIDADE VISUAL COM CORREÇÃO (AV C/C):
OLHO DIREITO (OD): 20/40
OLHO ESQUERDO (OE): CONTA DEDOS À 0,5 METRO (CD)
REFRAÇÃO HOJE:
OD: +6,0 -4.25 135° 20/30
OE: +2,0 – 1,25 65° 20/400
PIO ÀS 15:46:
OD: 17 mmHg
OE: 13 mmHg
BIOMICROSCOPIA ANTERIOR DE AMBOS OS OLHOS (BIO AO): MEIBOLMITE, HALO SENIL, CERATITE PUNTATA ÀS 3H, CA RASA, BORDELETE PUPILAR EM “CINZA DE CIGARRO”, CRISTALINO COM OPACIDADES, SEM MAIS ALTERAÇÕES
GONIOSCOPIA DE AMBOS OS OLHOS (GONIO AO):
TRABECULADO POSTERIOR EM 360°, NÃO HÁ LINHA DE SAN PAULESE
BIOMICROSCOPIA DE FUNDO DE OLHO DE AMBOS OS OLHOS:
MÁCULA COM PIGMENTAÇÃO MOSQUEADA
RAREFAÇÃO DE EPR
AUMENTO DA TORTUOSIDADE VASCULAR
ANGIOFLUORESCEINOGRAFIA AO: ALTERAÇÕES ATRÓFICAS ZONAIS DE EPR E CORIOCAPILAR, ZONAS DE HIPOFLUORESCÊNCIA.
HIPÓTESE DIAGNÓSTICA: DISTROFIA COROIDEANA CENTRAL POLAR POSTERIOR.
CONDUTA: ACOMPANHAMENTO ANUAL,ORIENTO PROGNÓSTICO

CONCLUSÕES:
CONCLUIMOS QUE O DIAGNÓSTICO DO PACIENTE TRATA-SE DE UM CASO RARO QUE EVOLUI PROGRESSIVAMENTE PARA PERDA VISUAL IRREVERSÍVEL EM AMBOS OS OLHOS. SALIENTAMOS A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO CORRETO E ACOMPANHAMENTO DO PACIENTE COM AMPARO PSICO-SOCIAL NA TENTATIVA DE APRENDER A LIDAR COM A SITUAÇÃO

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web