• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 004
Área Técnica: Cirurgia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
DACRIOCISTORRINOSTOMIA COM INTUBAÇÃO DAS VIAS LACRIMAIS EM PACIENTE COM ABCESSOS LACRIMAIS PRÉVIOS E OBSTRUÇÃO ALTA

OBJETIVO:
Apresentar uma opção econômica para intubação das vias lacrimais associada a dacriocistorrinostomia em paciente com abcessos lacrimais prévios e com obstrução alta.

RELADO DE CASO:
Paciente do sexo feminino, 55 a, com história prévia de vários abcessos lacrimais a direita queixando lacrimejamento e refluxo de secreção. Observava-se significativo refluxo de secreção mucosa a compressão do saco lacrimal e prova de Jones negativa a direita. A sondagem das vias lacrimais mostrou resistência a progressão da sonda para o saco lacrimal sugerindo obstrução alta. Foi procedida a dacriocistorrinostomia, com intubação das vias lacrimais devido a obstrução alta, através de incisão arqueada na crista lacrimal para identificação e disseção do sacro lacrimal. Neste momento, foi procedida a intubação da via lacrimal através do ponto lacrimal inferior empregando sonda uretral para recém nascido (1mm de diâmetro). Para introdução da sonda, foram empregados dilatadores do ponto lacrimal de diâmetros crescentes até o de 1mm. A sonda foi introduzida na via lacrimal com uso de uma guia até o saco lacrimal, onde foi recuperada. Procedida a osteotomia e identificada a mucosa nasal foi procedida a introdução da sonda na cavidade nasal e a anastomose entre o saco lacrimal e a mucosa nasal com fio absorvível. A sonda foi puxada para fora do nariz e amarrada com a porção da sonda antes de entrar no ponto lacrimal inferior e foi deixada nesta posição por quatro semanas. A cada três dias foi inspecionada e movimentada. Medicação pós-operatória foi antibiótico-corticóide tópico. Exame no pós-operatório de 6 meses evidenciou o funcionamento da cirurgia através da prova de Jones, sem lacrimejamento.

CONCLUSÕES:
O emprego da sonda uretral para recém nascidos mostrou-se eficiente em promover a patência da via lacrimal com a grande vantagem de ser de fácil obtenção e de baixo custo.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web