• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 104
Área Técnica: Oncologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
CARCINOMA ESPINOCELULAR CONJUNTIVAL INVASOR- RELATO DE CASO

OBJETIVO:
Relatar caso de lesão conjuntivas com diagnóstico final de carcinoma espinocelular

RELADO DE CASO:
Paciente do sexo masculino, 60 anos, comparece ao ambulatório da Fundação Hilton Rocha, pela primeira vez em julho/2011, para avaliação oftalmológica geral. Ao exame, foi evidenciado lesão conjuntivas ondular nasal em olho esquerdo (OE), com aspecto suspeito de carcinoma. Foi realizado biópsia excisional. No 5 dia de pós-operatório foi prescrito Mitomicina C 0,002% (MMC) de 8/8h, por 2 semanas. O resultado do anátomo-patológico confirmou displasia leve do epitélio de revestimento, com margens livres, porém exíguas. Em fevereiro/2014 o paciente retorna ao serviço de urgência e emergência deste hospital, queixando-se de hiperemia e sensação de corpo estranho em OE. À biomicroscopia, observou-se lesão conjuntival elevada, vascularizada,papilomatosa. Foi feito tentativa de quimo-redução com MMC de 6/6h, por 10 dias. Durante o 8 dia de uso da medicação a lesão apresentava tamanho de 5,5mm X 6,8mm. Após 2 semanas de suspensão do colírio, houve crescimento da lesão para 8,8mm x 9,1mm e aspecto friável. Foi indicado biópsia excisional de urgência. Foi prescrito ciclo de MMC no pós-operatório por 10 dias. O resultado do anátomo-patológico foi de carcinoma de células escamosas, invasor, bem diferenciado, com margens comprometidas. Paciente está em acompanhamento neste serviço, no atual momento com conduta expectaste.

CONCLUSÕES:
A neoplasia intraepitelial e Carcinoma espinocelular (CEC) de córnea e conjuntiva são os tumores mais comuns da superfície ocular. Recidivas podem ocorrer, mesmo quando as margens cirúrgicas não estão acometidas. Os antibióticos, como a MMC, podem ser usados como tratamento único ou adjuvante a remoção cirúrgica. O paciente deve ter acompanhamento criterioso e abordagem precoce ao primeiro sinal de nova recidiva. Reafirmamos a importância do diagnóstico, mesmo frente ao histopatológico negativo.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web