• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 110
Área Técnica: Oncologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
MELANOMA DE CORÓIDE SINCRÔNICO A ADECARCINOMA PULMONAR

OBJETIVO:
Relato de caso de melanoma de coróide sincrônico a adecarcinoma de pulmão em paciente de 23 anos atendida na urgência da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte.

RELADO DE CASO:
Paciente de 23 anos, sexo feminino, procedente de Dom Silvério – MG atendida no serviço de urgência da Santa Casa de Misericódia de Belo Horizonte em 01/05/13. Apresentou queixa de baixa da acuidade visual em olho direito há três semanas. Sem comorbidades, alergias ou história de trauma.
Ao exame apresentava acuidade visual em olho direito de 20/200 e olho esquerdo de 20/20 com correção. Biomicroscopia evidenciava olhos calmos, córneas claras e câmara anterior formada sem reação de câmara em ambos os olhos. Fundoscopia de olho direito com lesão nasal inferior subretiniana elevada e hipercrômica de bordas bem definidas. Aspecto sugestivo de melanoma de coróide. Olho esquerdo sem alterações.
À Ecografia B lesão sobrelevada sugestiva de melanoma de coróide. Durante rastreamento de lesões metastáticas apresentou nódulo pulmonar solitário à tomografia de tórax. Submetida a nodulectomia da lesão pulmonar cujo laudo anatomopatológico sugere achados de difícil caracterização podendo corresponder a hiperplasia adenomatosa atípica, mas não afastando a possibilidade de neoplasia inicial (carcinoma do tipo bronquíolo alveolar focal). Material enviado a imunohistoquímica que apresentou achados compatíveis com adenocarcinoma não mucinoso in situ.
Realizado tratamento de neoplasia ocular com braquiterapia obtendo regressão da lesão.
Paciente mantém seguimento nesse serviço.

CONCLUSÕES:
O melanoma de coroide é a neoplasia primária intraocular mais comum do adulto. Sua disseminação é, predominantemente, hematogênica sendo pulmão e fígado os órgãos mais afetados. A presença de duas neoplasias diferentes concomitantes é um achado raro, e sugere a necessidade de investigação de fatores genéticos predisponentes.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web