• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 015
Área Técnica: Córnea

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
LESÃO CORNEANA POR PICADA DE ABELHA COM FERRÃO RETIDO - RELATO DE CASO

OBJETIVO:
Relatar um caso de lesão corneana por picada de abelha

RELADO DE CASO:
Paciente do sexo masculino, 36 anos, deu entrada no departamento de cornea da Fundação Hilton Rocha com quadro de opacificação corneana devido a picada de abelha em olho direito (OD) há 2 anos. Na ocasião do acidente, o paciente apresentou dor leve que cedeu espontaneamente e não procurou por avaliação oftalmológica. Ao exame apresentou acuidade visual 20/40 em olho direito (OD) e 20/20 em olho esquerdo (OE). A pressão intraocular foi de 12 mmHg em ambos os olhos. À biomicroscopia em olho direito apresentou opacificação corneana central com visualização de um corpo estranho em estroma profundo compatível com ferrão da abelha; epitélio corneano íntegro, não corando à fluresceína; ausência de edema coneano. Devido à ausência de sintomas e à baixa de acuidade visual pouco significativa, optou-se por acompanhamento clinico do caso.

CONCLUSÕES:
Lesão de córnea por picada de abelha é um trauma ocular incomum, mas pode resultar em complicações leves até graves e que ameaçam a visão permanentemente. O reconhecimento precoce das possíveis complicações e tratamento adequado podem ajudar a prevenir perdas visuais irreversíveis. A remoção de um ferrão de abelha córnea retido permanece controverso.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web