• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 087
Área Técnica: Neuroftalmologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
NEURITE RETROBULBAR COM APRESENTAÇÃO ATIPICA DE PARESIA DE M. RETO LATERAL E HIPERTENSÃO OCULAR UNILATERAL

OBJETIVO:
Relatar um caso de neurite óptica retrobulbar com apresentação atípica de paresia de musculo reto lateral(MLR) e hipertensão ocular unilateral

RELADO DE CASO:
Paciente, feminino, 49 anos, relata baixa acuidade visual súbita(AV) em olho direito (OD), cefaleia intensa e dor periorbital direita há 7 dias. Afirma vacinação contra vírus influenza há 1 mês. Negava patologias oftalmológicas. Ao exame: AV sem correção 20/50 OD (sem melhora na refração) e 20/20 OE. Motilidade ocular com limitação da abdução OD. Presença de defeito pupilar aferente. Biomicroscopia: normal AO. Pressão intraocular(PIO) 26/9 mmHg. Gonioscopia ângulo fechado OD. Fundoscopia: Disco óptico nítido e escavação 0,6 OD e 0,5 OE, restante normal. Teste Ishihara 50% de erro. Foi medicada com hipotensores oculares em OD e pedido Ressonância(RNM) de órbita e crânio, campo visual, sorologias para doenças infecciosas, retinografia, angiofluoresceinografia, tomografia de coerência óptica, e raio X tórax, em busca da etiologia. Após 4 dias, teve piora da AV OD (20/400), PIO 16/9 mmHg. Biomicroscopia e retina sem alterações. Sorologias negativas. Exames de imagem da retina normais. Campo visual OD com escotoma central. Resultado punção lombar normal, excluindo esclerose múltipla. RNM evidenciou sinais de neurite óptica. Iniciou-se, então, pulsoterapia com metilpredinisolona EV com melhora da AV para 20/20 OD e normalização da visão de cores e da motilidade ocular

CONCLUSÕES:
A neurite retrobulbar como doença desmielinizante do nervo óptico, pode estar associado a Esclerose múltipla, o que não foi constatado no caso. Da mesma forma, não há evidencias laboratoriais neste caso para associar a causa da neurite à história vacinal contra vírus influenza, embora alguns trabalhos tenham citado essa relação. Além das características típicas da neurite, esse caso apresenta achados incomuns como hipertensão ocular e paresia MRL

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web