• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 196
Área Técnica: Retina

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
RETINOSQUISE COM DESCOLAMENTO DE RETINA FOVEAL E BURACO MACULAR NÃO ASSOCIADA A ALTA MIOPIA

OBJETIVO:
Relatar caso de paciente que evoluiu com retinosquise com descolamento de retina foveal e buraco macular unilateral, não sendo alto míope ou portador de fosseta do disco óptico.

RELADO DE CASO:
Relato de Caso: Paciente de 67 anos, sexo masculino, natural e procedente de São Paulo, aposentado, apresentava queixa de baixa de acuidade visual em olho direito, progressiva e indolor há 3 meses, sem outros sintomas associados. Não possuía antecedentes médicos, familiares e oculares dignos de nota. Ao exame oftalmológico, apresentava acuidade visual com correção de 20/60 em olho direito (+0,50 -0,75 x 75˚) e 20/30 em olho esquerdo (+0,50 -0,75 x 90˚). À biomicroscopia apresentava uma catarata nuclear 1+ bilateral e à fundoscopia uma alteração pigmentar da macula à direita. Na AGF possuía hiperfluorescência progressiva em região foveal com aumento da intensidade e tamanho ao longo do exame, sugestiva de extravasamento. O OCT mostrava uma separação das camadas da retina neurossensorial com imagens císticas em região macular, líquido subretiniano foveal, aumento da espessura macular, descolamento de retina e buraco macular. Foi feita a hipótese de retinosquise com descolamento seroso de retina foveal complicada com buraco macular.

CONCLUSÕES:
A Retinosquise Foveal é uma doença eminentemente tracional do segmento posterior, de origem multifatorial, cujas principais complicações na evolução da doença são os buracos maculares e o descolamento foveal, apresentando pior prognóstico quando associados. Geralmente os pacientes são altos míopes ou portadores de fosseta do disco óptico.O OCT-SD é o melhor exame para avaliar as alterações anatômicas, planejamento cirúrgico e seguimento. Pacientes que melhor se beneficiam da VVPP são os que apresentam descolamento de retina. A técnica mais descrita na literatura é o uso de gás tamponante + peeling da MLI + posição de cabeça.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web