• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 043
Área Técnica: Estrabismo

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
ESTRABISMO COM PRIMEIRA MANIFESTAÇÃO DA SÍNDROME DE ARNOLD CHIARI TIPO I

OBJETIVO:
Relatar um caso de estrabismo vertical associado a Sindrome de Arnold-Chiari tipo I (SAC tipo I), avaliando quadro clinico, diagnóstico e tratamento neurocirúrgico do caso.

RELADO DE CASO:
RMC 44 anos, masculino, pardo, natural e residente em São Luis – MA, deu entrada no Serviço de Oftalmologia com queixa de visão borrada há 1 ano, ao exame apresentou diplopia vertical intermitente com piora progressiva nos últimos 2 meses, associada a cefaleia de intensidade moderada em região subocciptal, sem demais queixas.De antecedentes refere episódios de Nefrolitiase e Dispepsia, exame neurológico sem demais alterações. No exame oftalmológico apresentou AV c/c : 1,0/1,0 (Jaegger 1), Adição 1,50, PIO: 11/10mmHg, fundoscopia normal, ao Prisma e Cover apresentou D/E de 2^ comitante com fusão a medida objetiva do desvio, e nistagmo sacadico fisiológico nas lateroversões. Descartadas outras hipóteses diagnosticas como diabetes e tireoidopatias. Foi realizada Ressonancia Nuclear Magnetica de crânio e comprovado deslocamento tonsilar para o interior da medula espinhal e o diagnóstico de SAC Tipo I, encaminhado ao serviço de neurocirurgia, realizou-se descompressão neurocirúrgica. No pós operatório o paciente evoluiu com resolução do quadro oftalmológico, ausência de diplopia e resolução do estrabismo vertical prévio

CONCLUSÕES:
A maioria dos estrabismos decorrentes da SAC tipo I ocorre devido ao aumento da pressão intracraniana e compressão do sexto par, levando a uma esotropia, porém neste caso não foi possível definir com precisão o mecanismo fisiopatológico envolvido no desvio vertical. O principal sintoma associado à SAC tipo I é a cefaleia e alterações vestibulares, com predominio de desequilíbrio, entretanto, abrir o quadro com estrabismo é manifestação rara. Cirurgias corretivas de estrabismo nesse caso ficam restritas a quadro não responsivos a descompressão neurocirúrgica.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web