• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 005
Área Técnica: Cirurgia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
FACOASPIRAÇÃO SEM IMPLANTE DE LIO EM AO EM PACIENTE COM SÍNDROME DE MARFAN

OBJETIVO:
RELATAR ESTRATÉGIA CIRÚRGICA ADOTADA EM PACIENTE COM SÍNDROME DE MARFAN E CRISTALINO SUBLUXADO EM AMBOS OS OLHOS ASSOCIADA A BAIXA DE ACUIDADE VISUAL QUE NÃO MELHORAVA COM REFRAÇÃO

RELADO DE CASO:
D.C.S, 19 ANOS, CAUCASIANA, NATURAL E PROCEDENTE DE CARUARU.
QP: DESLOCAMENTO DA LENTE DESDE O NASCIMENTO, NEGA DIPLOPIA.
HPP:ALTA ESTATURA, BRAÇOS E MÃOS ALONGADOS,ARACNODATILIA, ESCOLIOSE DESDE A INFÂNCIA COM DIAGNÓSTICO DE SÍNDROME DE MARFAN.
HF: NEGA QUALQUER PATOLOGIA.
NEGA USO DE MEDICAMENTOS.

AVL S/C:
OD:20/150 OE: 20/150 (NÃO MELHORA COM REFRAÇÃO)

BIOMICROSCOPIA:
OD: CONJ CALMA, CORNEA TRANSP, CA AMPLA, SUBLUXAÇÃO MAIOR QUE 180° TEMPORAL SUPERIOR, ZÔNULAS ALONGADAS, NS INCIPIENTE.
OE: CONJ CALMA, CORNEA TRANSP, CA AMPLA, SUBLUXAÇÃO MAIOR QUE 180° TEMPORAL SUPERIOR, ZÔNULAS ALONGADAS, NS INCIPIENTE.


TONOMETRIA:
OD:15 MMHG OE:18 MMHG

MR:
OD: NOC, EPF, ATROFIA DIFUSA DO EPR, DEG. MICROCISTOIDE EM PERIFERIA E LATTICES EM PERIFERIA SUPERIOR E INFERIOR.
OE: NOC, EPF, MACULA E VV S/ ALT. DEG. MICROCISTOIDE EM PERIFERIA E LATTICE INFERIOR.

REALIZADO LASER SETORIAL AO.

PROGRAMADA FACOASPIRAÇÃO COM POSSIBILIDADE DE AVALIAR IMPLANTE DE LIO NO INTRAOPERATÓRIO COM ANEL INTRACAPSULAR E SE O CRISTALINO APRESENTAVA-SE SUBLUXADO OU SE TRATAVA-SE DE UMA MICROESFEROFACIA.

REALIZADA FACOASPIRAÇÃO SEM IMPLANTE DE LIO EM AO, PELA CONFIRMAÇÃO DE CRISTALINO SUBLUXADO.

AVL C/C APÓS PROCEDIMENTO CIRÚRGICO AO: 20/20 REFRAÇÃO :+3,50 AO




CONCLUSÕES:
O PACIENTE COM SÍNDROME DE MARFAN DISPÕE DE OPÇÕES DE TRATAMENTO PARA A BAIXA DE VISÃO COMO O USO DE ÓCULOS E CORREÇÃO AFÁCICA PARA ATINGIR UMA ACUIDADE VISUAL SATISFATÓRIA. EM CASOS EM QUE ESTES NÃO SE MOSTRAM EFICAZES, A REMOÇÃO CIRÚRGICA DO CRISTALINO UTILIZANDO TÉCNICAS INTRAOCULARES FECHADAS TORNA-SE A OPÇÃO. NESTE CASO, A FACOASPIRAÇÃO SEM IMPLANTE DE LIO PERMITIU UMA ACUIDADE VISUAL DE 20/20 COM CORREÇÃO DE +3,50.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web