• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 093
Área Técnica: Neuroftalmologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
QUADRANTOPSIA HOMÔNIMA INFERIOR ESQUERDA, LESÃO “PIE ON THE FLOOR”, EM PACIENTE COM LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO

OBJETIVO:
Demonstrar a importância de conhecer os tipos de defeitos de campo visual (CV) nas vias ópticas de modo a auxiliar o diagnóstico topográfico das lesões centrais.

RELADO DE CASO:
C.S.O., 35 anos, sexo feminino, professora, natural e procedente de Caldeirão Grande-BA, foi atendida no ambulatório de neuro-oftalmologia do Hospital Humberto Castro Lima com queixa de embaçamento visual bilateral, predominante no olho esquerdo, há 1 ano. Portadora de Lúpus Eritematoso Sistêmico em uso regular de hidroxicloroquina 400mg/dia e prednisona 5mg/dia. Ao exame: AVCC: 20/25 AO (OD= +0,75 <> -2,50 x15º e OE= +1,75 <> -1,50 x 165º), PIO= 16mmHg em AO e biomicroscopia do segmento anterior sem alterações. Movimentação ocular extrínseca e os reflexos pupilares estavam preservados. À fundoscopia observaram-se meios claros, com papilas róseas, escavação papilar 0,5 e máculas sem alterações em AO. O campo visual computadorizado demonstrou quadrantopsia homônima inferior à esquerda, lesão classicamente chamada de “pie on the floor”. A tomografia de crânio revelou presença de focos de gliose em lobo occipital direito. Anticorpos anticardiolipina IgM e IgG negativos. Hemograma, dosagem de plaquetas e coagulograma normais.

CONCLUSÕES:
As formas de apresentação dos defeitos de CV por vezes dão o diagnóstico topográfico das lesões no sistema nervoso central. A paciente do caso tem caracteristicamente um defeito de campo proveniente de provável lesão isquêmica prévia nas radiações ópticas à direita, acometendo projeções das fibras retinianas superiores, gerando a quadrantopsia homônima inferior esquerda. Nota-se a importância semiológica para o oftalmologista em conhecer os defeitos típicos que ocorrem ao longo das estruturas das vias ópticas para orientar suas suspeitas diagnósticas e melhor guiá-lo na solicitação de exames complementares.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web