• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 084
Área Técnica: Neuroftalmologia

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
MACROADENOMA DE HIPOFISE E SUA RESPOSTA AO TRATAMENTO CLINICO

OBJETIVO:
Discutir as modalidades de tratamento do macroadenoma de hipófise

RELADO DE CASO:
Paciente de 20 anos, sexo masculino, com queixa de baixa acuidade visual (AV) à direita há 01 ano e à esquerda há 01 mês. A AV era de percepção de luz no olho direito (OD) e conta dedos no olho esquerdo (OE). Pressão intraocular e biomicroscopia de segmento anterior e vítreo normais. Apresentava palidez acentuada do disco óptico no OD e discreta no OE. Avaliação sistêmica sem alterações, exceto pelo atraso na maturação sexual (G1P1). Foi solicitado ressonância nuclear magnética (RNM) do crânio e dosagem de hormônios séricos, diante da hipótese de macroadenoma de hipófise. A RNM evidenciou acentuado alargamento da sela túrcica por lesão expansiva intrasselar com compressão do quiasma óptico, medindo cerca de 56x46x35mm. Das dosagens hormonais, apresentaram alteração o FSH, o LH e a testosterona com redução significativa e a prolactina com níveis muito elevados - acima de 1000ng/dL. Apesar do tamanho do tumor e da compressão extrínseca, optou-se pelo tratamento clínico inicial com Cabergolina, tendo em vista a boa resposta dos Prolactinomas aos agonistas dopaminérgicos. No segundo mês de tratamento, o paciente já apresentava melhora considerável do quadro, com AV à esquerda de 20/20-2 e perda de campo temporal; os níveis de prolactina séricos eram menores que 10ng/dl.

CONCLUSÕES:
O macroadenoma de hipófise é uma doença não rara que deve sempre ser lembrada em casos de perda visual com atrofia de nervo óptico, principalmente se associada a outras manifestações sistêmicas de disfunção hormonal. O tratamento clínico é muito eficaz na maioria dos casos, sendo a indicação cirúrgica reservada a casos refratários ou naqueles muito extensos com compressão importante de estruturas vizinhas. Apesar do volume do tumor e da compressão, neste caso foi tentado o tratamento clínico e o sucesso foi marcante.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web