• Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa
  • Imagem ilustrativa

Programação » Relatos de Caso (Poster)

Código: RC 127
Área Técnica: Plástica Ocular

INSTITUIÇÃO ONDE FOI REALIZADO O TRABALHO:

AUTOR PRINCIPAL:

CO-AUTOR(ES):

TÍTULO:
CORPO ESTRANHO DE MADEIRA NA ÓRBITA: DIAGNÓSTICO E MANEJO (RESUMO DE DOIS CASOS)

OBJETIVO:
Apresentar 2 casos de corpo estranho (CE) orbitário com diagnóstico tardio e atentar para a importância do exame de imagem e da exploração da ferida no trauma penetrante da órbita.

RELADO DE CASO:
CASO I: AM, 62 anos, previamente atendido, relatava trauma em olho direito (OD) após queda da própria altura há 9 dias, com edema palpebral, olho congelado, acuidade visual (AV) conta dedos OD e 20/30 OE. Fundo de olho (FO): dobras de coroide e edema de disco óptico. Tomografia computadorizada (TC): coleção orbitária nasal superior. Evoluiu com drenagem espontânea de pus em pálpebra inferior. Durante a exploração cirúrgica pelo ponto de drenagem e orbitotomia via sulco palpebral superior (SPS) foi identificada coleção purulenta e removidos 3 fragmentos de madeira intra-conais.
CASO II: AWMG, 37 anos, atendido anteriormente com queixa de inchaço em pálpebra superior esquerda. Foi biopsiado, com achado de inflamação inespecífica. Ao exame: edema palpebral com proeminência em canto medial superior, ptose, restrição em supra ducção e diplopia. AV 20/20 AO, PIO 12 mmHg, FO normal. Relatou queda da própria altura há 6 anos. TC: área infiltrativa em ápice medial da órbita. Realizada orbitotomia via SPS e encontrado CE de madeira em ápice abaixo do músculo oblíquo superior.

CONCLUSÕES:
A presença de CE orbitário ocorre em 1:6 traumas de órbita. O tecido orbitário tende a ocluir o trajeto do CE, dificultando o diagnóstico. A TC é o exame de escolha e a densidade da madeira é variável. Na fase aguda, ela se assemelha ao ar, atentando para o diagnóstico de CE na ausência de fratura. O tratamento conservador é possível, mas materiais orgânicos se associam a reação granulomatosa e alto risco de infecção, tornando o manejo cirúrgico mais adequado. Ressaltamos a importância do exame oftalmológico minuncioso e da investigação por imagem no trauma orbitário para diagnóstico de CE, evitando complicações.

Realização Realização - CBO
Organização/Comercialização Secretaria Executiva - ASSESSOR Secretaria Executiva - MAIS EVENTOS
Agência Oficial Agência de Viagens - Luck Viajens
Agência Web Agência Web - Inteligência Web